NOVOS DESAFIOS DO CONTROLE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ::: CURSO 03 :::

Rio de Janeiro • RJ

Começa no dia 18 de Setembro de 2019 Inscreva-se
número de participantes
Faltam 23 dias

Apresentação

1° Dia: Novas Abordagens da Auditoria do Setor Público.

Apresentação

A atividade de auditoria do setor público ou, como é mais conhecida, auditoria governamental, evolui no compasso das transformações por que passam as organizações públicas. À medida em que se exige maior eficiência e efetividade da própria administração, os órgãos de controle também precisam alinhar-se aos melhores padrões e práticas de fiscalização para produzir melhores resultados, uma vez que contam com recursos cada vez mais escassos.

Nesse sentido é fundamental que sejam incorporados aos procedimentos de controle as mais novas técnicas e abordagens de auditoria, atualizadas que são pela prática de órgãos de referência e pela jurisprudência dominante nas cortes de contas, em especial no Tribunal de Contras da União.

O módulo se propõe, de maneira concentrada e objetiva, a explorar as inovações mais importantes, implementadas pelas instituições de controle de referência nacional e internacional, com o objetivo de possibilitar que a atividade de auditoria agregue cada vez mais valor à administração pública, contribuindo efetivamente para seu aperfeiçoamento.

A metodologia prevê a explanação dialogada da teoria atualizada, combinada com a discussão de casos práticos, exemplos concretos da utilização das novas ferramentas, entendimentos e metodologias de controle do setor público.

Conteúdo Programático

1.    Governança da atividade de controle
2.    Utilização de indicadores de governança e gestão para auditorias
3.    Auditoria integrada
4.    Auditoria forense
5.    Auditorias temáticas
6.    Auditorias coordenadas e outras ferramentas voltadas a aperfeiçoar a governança multinível
7.    Auditoria baseada em risco
8.    Seleção de objetos com base em risco
9.    Gestão de risco do processo de auditoria
10.    A importância da etapa de monitoramento

Questões Relevantes

  • Como integrar os conceitos e princípios da governança do setor público a um órgão de controle, na prática?
  • Como compatibilizar garantir que os mecanismos de liderança, estratégia e controle possam ser exigidos das entidades fiscalizadas, por meio do exemplo da adoção, internamente ao órgão de controle, dos melhores padrões de governança?
  • De que maneira devem ser considerados os indicadores de governança e gestão para efeito de auditoria, e quais os cuidados e riscos inerentes a essa utilização?
  • Quais as variantes metodológicas mais modernas na atividade de auditoria? 
  • Por que a combinação de tipos, vertentes e especialidades de auditoria tem se revelado um excelente opção em termos de ganhos para o setor público?
  • O que significa e quais as implicações e desafios da adoção do conceito de governança multinível para os órgãos de controle?
  • Como integrar e utilizar de forma efetiva a variável risco na atividade de controle, seja como insumo interno, seja como objeto de avaliação do que deve ser auditado?
  • Por que, historicamente, se ignorou o processo de monitoramento e por que, modernamente, impõe-se que a ele seja creditada a maior importância?

Facilitador: Ismar Barbosa Cruz

Objetivo

2° Dia: Panorama, tendência e desafios de controle na era digital.

Apresentação
O objetivo do workshop é apresentar os principais conceitos e tendências para o exercício do controle externo com ferramentas e métodos digitais. Com uma abordagem baseada em casos práticos, novas estratégias e competências de liderança serão discutidas, justificando que a transformação digital da instituição está fortemente associada às mudanças no comportamento e nas habilidades dos auditores.

Conteúdo Programático
•    Inovação em ambientes complexos e burocráticos: argumentos jurídicos, atitudes gerenciais e mudanças comportamentais.
•    Teoria e prática sobre plataformas digitais e seus impactos na atividade de controle externo.
•    Estratégia de uso de informações para aumento da eficiência e transformação dos processos de controle externo.
•    Processo simplificado para detecção de fraudes e avaliações de políticas com base em informações.
•    Características fundamentais dos líderes na Era Digital.

Questões Relevantes
•    Afinal, é possível inovar na Administração Pública?
•    Quais as mudanças necessárias para fomentar uma cultura de inovação?
•    Como estruturar uma estratégia de uso massivo de informações para o suporte estratégico das atividades de controle externo?

Facilitador: Wesley Vaz


Público Alvo


Facilitadores

Wesley Vaz (DF)

Possui certificado executivo em estratégia e inovação pelo MIT, é mestre em Ciência da Computação pela Unicamp e MBA em gestão empresarial pela UCG. Atualmente ocupa o cargo de Secretário de Gestão de Informações para o Controle Externo do TCU. Fundador do blog República Digital, é entusiasta da transformação digital das instituições e das pessoas e da gestão da inovação em ambientes governamentais. Conferencista em eventos nacionais e internacionais, é autor do livro “A descomplicada contratação de TI na Administração Pública” e de artigos e revistas técnicas. Foi Coordenador-Geral do Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro do Ministério da Justiça.

Ismar Barbosa Cruz (DF)

Secretário de Controle Externo do Tribunal de Contas da União por 15 anos; Auditor Federal de Controle Externo há 25 anos; bacharel em Direito, MBA em Controle Externo; com 35 de experiência em controle e auditoria do setor público (controles interno e externo); palestrante em eventos nacionais e internacionais na área de auditoria, controle interno e controle externo; realizou auditorias em diversos órgãos e empresas da administração pública federal; ocupou diversos cargos gerenciais nas áreas de auditoria e fiscalização instrutor dos programas de formação para novos servidores do TCU nas áreas de auditoria e instrução de processos; ministra os seguintes cursos, abertos e in company: “Auditoria Governamental”, “Auditoria de Obras Públicas”, “Auditoria de Licitações e Contratos”, “Responsabilização e Processo no Âmbito dos Controles Interno e Externo”, “Governança, Controles e Gestão de Riscos”.


Local


Auditório do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro - RJ

Rua Santa Luzia, 732 Centro, CEP 20.030-042

PERÍODO: 18 e 19 de Setembro  de 2019

CARGA HORÁRIA: 16 horas

Manhã: 09h00 às 12h30
Coffee-break: 10h30 e 15h30
Intervalo Almoço: 12h30 às 13h30
Tarde: 13h30 às 18h00


Investimento

Valor: R$ 2.490,00

Inclui:


Empenho/Depósito

JAM Jurídica Editoração e Eventos Ltda
CNPJ 00.803.368/0001-98 • Inscrição Estadual 42831183

Agência 2967-X
C/C 107643-4
Agência 0592-4
C/C 100325-9
Agência 3747
C/C 130025390

CANCELAMENTOS (INSCRIÇÕES E CURSOS)

Em caso de cancelamento, o valor pago não será reembolsado. Serão aceitas substituições, desde que informadas com antecedência mínima de 05 dias à organização do evento. Para solicitar uma substituição, será necessário o envio da ficha de inscrição atualizada com os dados do substituto. À organização reserva-se o direito de cancelar o evento diante de impedimentos operacionais, razões supervenientes ou um número inferior de inscritos ao mínimo necessário. Nessa hipótese, o valor da inscrição será devolvido integralmente aos participantes. Salienta-se que as despesas com passagem, hospedagem e demais gastos não serão ressarcidos por parte da organização do evento.

Av. Praia de Itapuã, Shop. Boulevard, Sala D 1.2 Vilas do Atlântico • CEP 42700-000 • Lauro de Freitas • BA

Tel.: 71 3342-4531 • 71 3379-8191 Cel.: 71 9998-4145 • 71 9913-5329 • 71 9974-3781

tod0s os direitos reservados © 2017 - Jam Jurídica